Deivid

&

Larissa

De tudo ao meu amor serei atento. Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto, Que mesmo em face do maior encanto, dele se encante mais meu pensamento. Quero vivê-lo em cada vão momento. E em seu louvor hei de espalhar meu canto. E rir meu riso e derramar meu pranto. Ao seu pesar ou seu contentamento.