Valdeir

&

Dayane

O amor é sofredor, é benigno; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.